Amanhã é meu vigésimo-sexto aniversário. Nasci no Centro Médico da Universidade de Arizona em Tucson, AZ EUA, às 3h21 da manhã. Estava chovendo e minha mãe conseguiu escutar o aplauso estrondoso do trovão dizendo bem-vindo quando ela deu a luz.

Cresci no deserto, abaixo do sol. Quando eu era criança, nunca andava fora descalço por causa da temperatura da areia, cobras e espinhos de cactus. A pele dos meus pês nunca endureceu mesmo no clima inóspito.

Em 26 anos, eu endurecei menos do que muitas das pessoas que eu conheci através do meu caminho, porque eu nasci in the land of milk and honey.

Meus pais eram (e ainda estão) casados, ambos com mestrados e trabalhos no governo (professora de leitura e arqueólogo). Sempre comia carne para jantar. Nunca sentia fome, nem perigo ou frio. Tinha aparelhos nos meu dentes para me dar o sorriso lindo que tenho hoje. Não precisava compartilhar um quarto com minha irmã. Fazia esportes e aulas fora da escola para me desenvolver.

Cresci com muita sorte. Muito amor. Muitas escolhas.

Muito pouco foi errado no meu caminho. Em 2014, eu sofri um acidente de ciclismo, quatro dias antes de me formar de faculdade. Me deixou em uma cadeira de rodas por 5 meses e usando uma bengala por mais 7, mas hoje em dia estou forte e ainda pedalo.

Tenho muita sorte.

Eu (quase) sempre consegui tudo que eu desejei. Estudei os assuntos que me interessavam (econômica, negócios e idiomas). Viajei para lugares interessantes e distantes. Já tinha carros legais e bicicletas ainda mais legais.

Decidi que eu quis morar e trabalhar no Brasil. Depois de alguns meses melhorando meu português e procurando um emprego, tudo deu certo e meus desejos se realizaram.

Agora eu moro em São Paulo, em Bela Vista, 11 minutos caminhando até meu trabalho. Eu moro em um país onde uma boa parte do povo tem pês muito mais endurecidos do que meus, que sofrem muito mais do que eu sofri. Pessoas que não conseguem comer carne para cada jantar. Que sobrevivem com menos segurança e menos oportunidades, mas o amor aqui não falta.

Eu tenho saúde mental e fisica, estou empregado, tenho um passaporte dos EUA e pessoas me amam.

Como eu senti em 7 de fevereiro de 1992, eu me sinto muito bem-vindo aqui.

Tive muita sorte e ainda tenho.

Happy birthday, Calvin!

Faça um desejo e apague as velas do bolo! Considerando meu passado, provavelmente dará certo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s